FOLIAS DE REIS MENSAGEIROS DA PAZ
Dia 21 festival207Daniel Castellano.jpg
Viva a viola! Viva o folião!
Viva Santos Reis e viva o dono da casa!

 

Viva a viola! Viva o folião! Viva Santos Reis e viva o dono da casa!

 

No Brasil, a folia de Reis também pode ser chamada de companhia, embaixada, terno, bandeira, entre outras denominações. Nesta tradição musical popular, um grupo de homens saia a pé, a cavalo ou de barco e mais recentemente de carro, visitando casas e fazendas, em geral no período de 24 de dezembro a 6 de janeiro (dia de Reis), contando em versos e canções a viagem dos Reis magos que, seguindo a estrela de Belém, foram visitar o Menino Jesus recém-nascido.

Dia 21 festival197Daniel Castellano.jpg
Dia 21 festival209Daniel Castellano.jpg

O Grupo Mensageiros da Paz presente no Encontro de Tradições foi fundando em 1989 pelo embaixador Francisco Garbosi, que também é autor de 3 livros sobre folias de Reis. Todos os anos, o grupo visita casa de devotos no Norte do Paraná e também participa de eventos em outros estados.

A folia de Reis provavelmente chegou ao Brasil nos primórdios da colonização, trazida pelos portugueses que ainda hoje costumam "cantar os Reis" ou "cantar as Janeiras" de porta em porta pedindo uma prenda.

Os Reis Santos, como são chamados por muitos, ganharam fama em quase todo o Brasil pelos milagres a eles atribuídos, contados por seus devotos que, cumprindo promessas, realizam festas, cortejos, ofertas e banquetes em sua honra. 

Dessa forma, a folia de Reis firmou-se no país como uma tradição que congrega não somente a expressão musical e literata do povo, mas um conjunto sociocultural de formas de pensar, de viver e de interpretar o mundo, marcando na sua caminhada valores como a união entre os que compõem a comunidade, a experiência do homem com o sentido do divino, a partilha por meio da festa comunitária e o rito de passagem de um ano para o outro celebrado no agradecimento sincero e na promessa de continuar foliando Reis.